Consideramos inteligente uma pessoa que estuda e adquire conhecimentos que podem ser convertidos em ações estratégicas no seu dia a dia, não é mesmo? É exatamente da mesma maneira que aplicamos a Gestão Empresarial Inteligente.

Em um mercado cada vez mais competitivo, ficar restrito a velhas práticas sem aperfeiçoar tecnologias é arriscado. Novas formas de atuação são imprescindíveis para que os resultados da empresa sejam impulsionados. Os procedimentos que o gestor e seus colaboradores otimizam só tendem a gerar mais produtividade e lucros. 

Pensando nisso, preparamos uma publicação voltada justamente para esse assunto.

5 Vantagens que a Gestão Empresarial Inteligente pode trazer ao seu negócio

Agora você vai conhecer quais são os 5 aspectos fundamentais que a Gestão Empresarial com Business Intelligence contempla. Conheça-os a seguir!

1. Análise de dados e segurança dessas informações 

Desde o surgimento da World Wide Web (Rede de Alcance Mundial), popularmente conhecida como internet, uma quantidade infindável de dados é gerada e compartilhada diariamente. Não podemos negar que vivemos, de fato, na “era da informação”. 

Muitos desses conteúdos e recursos disponibilizados pela Web estão à inteira disposição da sua empresa. Saber usar eles estrategicamente é uma atitude essencial para a ter uma gestão mais inteligente. Durante muito tempo isso foi um diferencial. Atualmente é uma prática indispensável.

Para fazer uso de tais dados e recursos, no entanto, é preciso ter em mãos a ferramenta correta. E são inúmeros os softwares que se propõem a facilitar o dia a dia do empreendedor. 

Algo muito pertinente antes de fazer a escolha pelo sistema que atende às suas necessidades é observar como ele zela pelo sigilo empresarial. A segurança e a privacidade das transações deve ser uma prioridade, ainda mais em tempos de invasões cibernéticas constantes. 

Uma Gestão Empresarial Inteligente não abre mão de novas tecnologias. Todavia, aplica algumas premissas básicas de proteção no sistema utilizado, tais como: 

  • A instalação de antivírus e firewalls; 
  • O uso de perfis distintos para setores ou colaboradores que tem acesso ao sistema;
  • O controle de acesso aos dados, não permitindo a visualização por pessoas não autorizadas;
  • O uso de senhas complexas (com símbolos, números, letras maiúsculas e minúsculas);
  • A definição dos métodos de backup de dados;
  • A manutenção frequente por empresas responsáveis pelo software e sua segurança;
  • O treinamento dos usuários para utilização correta e assegurada dos recursos disponíveis na plataforma;

2. Aperfeiçoamento de processos operacionais 

Tendo à disposição um software de qualidade, é viável o aperfeiçoamento dos processos operacionais corriqueiros, sejam eles simples ou mais complexos. Nos dias atuais, a maioria das plataformas é baseada em BI – Business Intelligence, isto é, Inteligência nos Negócios.  

Com elas, você pode usufruir de tecnologias como: 

ERP – sigla para Enterprise Resource Planning (Planejamento de Recursos Empresariais), um dos recursos de gestão mais básicos atualmente. Ele é focado no controle financeiro, contábil e fiscal do empreendimento; 

CRM – sigla para Costumer Relationship Management (Gestão do Relacionamento com o Cliente), um recurso para aprimorar a satisfação e o contato com a clientela. Ele é focado em coletar e administrar informações pertinentes ao ciclo de vendas para aumentar a lucratividade. Esses programas podem trabalhar de forma conjunta, complementando um ao outro. Como resultado, essa centralização proporciona mais organização e profissionalismo, além de minimizar os riscos de falhas humanas comuns aos métodos de administração analógicos.  

Todo os setores da empresa ficam alinhados e trabalham de forma padronizada. O tempo e a produtividade da equipe aumentam, pois é reduzido o trabalho manual. Assim, fica mais simples de adotar uma Gestão Empresarial Inteligente, certo? O faturamento da empresa é beneficiado, bem como a qualidade do serviço que a companhia oferece. 

LEIA TAMBÉM: ERP ou CRM – Entenda qual dos softwares empresariais é o mais indicado para o seu negócio.

3. Uso da nuvem para colaboração remota 

Outra vantagem oferecida pela internet é a flexibilização do tempo e da mobilidade. E isso se aplica tanto para quem faz negócios globalizados, contatando fornecedores ou compradores em outros estados e países, como também para os contatos dentro da própria equipe. 

Em suma, é possível interagir com parceiros ou colaboradores em ambientes virtuais. O sistema com dados na nuvem compartilha informações que podem ser acessadas de dispositivos móveis, 24 horas por dia e nos 7 dias da semana. 

Não é à toa que estão surgindo tantos empregos home office, em que o funcionário trabalha em casa e minimiza os custos com transporte e outros benefícios. Além disso, essa prática da Gestão Empresarial Inteligente faz com que o empreendedor possa acompanhar à distância o que está acontecendo na matriz ou em suas filiais. Representantes também tornam-se mais ágeis e eficientes. 

Se no cotidiano fora do mundo corporativo as pessoas já utilizam espaços de compartilhamento de informações como o Google Drive, imagine o que um software de Gestão Empresarial Inteligente é capaz de proporcionar! 

4. Bom relacionamento com o cliente 

Os sistemas CRM, mencionados no segundo item, são grandes aliados do gestor moderno. Essa tecnologia permite que a empresa e seu público alvo se tornem mais próximos. Ainda oferece um embasamento mais assertivo para campanhas publicitárias que realmente dão retorno. 

Determina-se com precisão qual é o perfil de potenciais clientes e quais são as maneiras mais eficientes de atrai-los, assim como a melhor maneira de se relacionar com eles. Depois desse diagnóstico, o anúncio chega do jeito certo, para a pessoa certa e no momento propício. Esses são passos essenciais para a fidelização, que torna os consumidores seus principais parceiros na divulgação da marca. 

5. Automação da gestão financeira 

Uma gestão inteligente das finanças não toma decisões imprudentes na administração dos recursos da companhia. É preciso otimizar as finanças e garantir que leis fiscais sejam cumpridas. Logo, programas especialmente elaborados para essas funções contábeis vêm a calhar.

Há tecnologias que são capazes de identificar gargalos operacionais que geram impactos no orçamento mensal. Desse jeito, podemos eliminar fontes de desperdício. Finalmente, o fluxo de caixa, as contas a pagar e a receber e a conciliação bancária não precisam mais ser pesadelos que tiram o sono do empreendedor. Com recursos de BI, inclusive, o gestor consegue ter uma maior previsibilidade e, consequentemente, maior segurança na tomada de decisões.

Enfim, você já deve ter percebido que a Gestão Empresarial Inteligente é munida de ferramentas que colocam a sua empresa à frente da concorrência. Continue acompanhando nosso blog e conheça mais sobre essas estratégias nos próximos posts

Então, se depois de ler isso, você ficou convencido que precisa de ter uma gestão mais inteligente, crie agora mesmo sua conta gratuita na Tangerin e se surpreenda com as vantagens que nosso sistema vai proporcionar ao seu negócio. Conte conosco!